Líder isolado da Série B, Carpegiani explica sucesso: ‘Temos elenco’


Postado por: Bruno Chastinet

Já são onze partidas sem perder na Série B. A última derrota do Vitória na competição foi no dia 3 de agosto, quando o Bragantino levou a melhor no Barradão e venceu por 1 a 0. Há nove rodadas na liderança do campeonato, o Rubro-Negro tem cinco pontos de vantagem sobre o segundo colocado, o Criciúma, e faz a contagem regressiva para selar o acesso para a Série A. Segundo matemáticos, mais três triunfos garantem o Rubro-Negro na Primeira Divisão de 2013.

Com a boa fase prolongada, nem a ausência de um de seus principais jogadores virou a maré do Vitória. Mesmo sem William, titular absoluto do ataque rubro-negro, o Leão da Barra bateu o Goiás, no Barradão, por 3 a 1, no último sábado. Elton, companheiro de William na frente, marcou dois gols na partida. Após o confronto, o técnico Paulo César Carpegiani traduziu em palavras o significado do resultado de sábado e o motivo do sucesso rubro-negro até agora.

- Temos elenco. Sempre disse que é o elenco que vai subir, disputar o título. Não adianta me fixar em um ou dois. Temos um grupo. O mais importante é o grupo, que tem que sobressair. Dentro do grupo tem a figura individual, a técnica de cada um. Temos uma união bem acentuada e não poderia ser diferente. A motivação é o resultado. Então é uma equipe super motivada – avaliou o treinador.

Ciente da importância e da qualidade do grupo, o técnico pediu compreensão da torcida com os jogadores.

 Durante a partida contra o Goiás, o volante Fernando Bob foi vaiado em alguns momentos. Para Carpegiani, os torcedores precisam lembrar que cada um dos atletas tem sua parcela de responsabilidade pelo bom momento do Vitória e que nem sempre é possível ter atuações de gala dentro de campo.

- Todos estão à disposição. Chamei Dinei, e eles [a torcida] começaram a vaiar o Fernando Bob. Eu não concordo com a vaia. Muitas vezes, o jogador não está bem. Mas ele é jogador do Vitória. Gostaria de ter a compreensão disso por parte do torcedor. O funcionamento da parte coletiva é que tem que sobressair.

 O jogador pode não estar bem um dia, mas a torcida tem que entender. A campanha é dos jogadores que estão aí. Eu também entendo quando a torcida vaia, mas gostaria que a torcida tivesse a consideração, não somente com o Bob, mas com todos os jogadores em um dia em que não estejam bem - pediu.

O treinador ainda aproveitou para explicar suas opções de formação do time no jogo. Sem William, todos acreditavam que Carpegiani iria optar por Dinei. No entanto, o técnico preferiu começar a partida com Pedro Ken adiantado, atacando pelo meio, ao lado de Elton, e Willie jogando pelas laterais. Dinei só entrou no jogo no segundo tempo, no lugar de Fernando Bob. O técnico, no entanto, deixou no ar a possibilidade de usar Dinei como titular no próximo sábado, quando Vitória vai enfrentar o Avaí, na Ressacada.

- Resolvi para ter mais posse de bola, ganho pessoal. Optei pela maneira diferente, porque perdemos William. O jogador que poderia entrar era o Dinei, que entrou 15 minutos contra o Guarani. Conversei com o Dinei, e ele disse que eu poderia contar com ele, mas falou que poderia sentir. Optei por não gastar o Dinei, que está retornando aos poucos. Mas sei da qualidade dele, gosto do jogador, que tem cabeceio, inteligente, pode armar o jogo... Ele tem grande possibilidade de continuar no próximo jogo. Vai depender da condição física e da conversa durante a semana - finalizou.



0 comentários:

PRA VC VIAJAR TRANQUILO

Postagens populares

SE PREPARE PARA ESPANTAR A CRISE

Quem somos

Minha foto
Este blog foi feito com muita dedicação para você torcedor apaixonado pelo Vitória. Aqui você vai poder curtir noticias,curiosidades,videos e ainda interagir sobre assuntos relevantes para o crescimento do nosso glorioso clube. façam parte da nossa turma, sejam bem vindos, pois nós todos somos "VITÒRIA MANIACOS"