Vitória empata sem gols com o Guarani e segue líder da Série B


Postado por: Uílton Marques
O Vitória oscilou entre bons e maus momentos no jogo da tarde deste sábado, 15, contra o Guarani, e, embora tenha atuado com um jogador a mais na parte final do segundo tempo, não evitou o 0 a 0 no Brinco de Ouro, em Campinas.

Com o empate fora de casa, o rubro-negro, ainda o líder isolado da Série B do Campeonato Brasileiro, tem agora 54 pontos ganhos, cinco a mais do que Criciúma e o Goiás, segundo e terceiro colocados, respectivamente. Em quarto lugar figura o São Caetano, com 46. E, em quinto, o Atlético-PR, primeiro time fora da zona de classificação, tem 43.
Aos 27 minutos do segundo tempo do jogo no Brinco de Ouro, o zagueiro Fernando cometeu falta dura em Marco Aurélio e, expulso, deixou o Vitória com um jogador a mais. Mas o rubro-negro, que já não levava perigo ao Bugre, seguiu vacilante nas conclusões das jogadas e por pouco não sofreu um golpe: nos últimos minutos, o time da casa foi para cima e esteve bem perto de marcar.
Antes, no primeiro tempo, o time baiano havia apresentado uma atuação segura: se impôs sobre o alviverde de Campinas e criou as melhores oportunidades de gol, mas o máximo que conseguiu foi colocar uma bola na trave, em boa cobrança de falta de Pedro Ken.
Para disputar uma decisão isolada na Série B, o Vitória volta a campo no próximo sábado, 22, contra o concorrente direto Goiás, às 16h, no Barradão. Léo sentiu dores na coxa e poderá ser desfalque, mas Nino Paraíba retorna de suspensão. Já o Guarani joga na noite da sexta-feira, 21, no Frasqueirão, contra o ABC.
Leão começa melhor - Com uma atuaço superior à do time do Guarani, o Vitória esteve bem perto de sair com o placar em seu favor no primeiro tempo. O rubro-negro marcou bem o time mandante e teve maior volume, mas pecou nos momentos cruciais das finalizações.
A primeira chegada do time baiano aconteceu aos cinco minutos: Gabriel aproveitou cruzamento de Pedro Ken e cabeceou no ângulo, mas Emerson foi buscar. Dois minutos depois, Leo fez boa jogada individual pelo lado direito e bateu de canhota; Emerson salvou mais uma vez.
O time da casa assustou pela primeira vez somente aos 21 minutos: Medina avançou pelo lado esquerdo da área e rolou para Schwenck, mas o centroavante, apesar de em boas condições de marcar, mandou para fora. Dez minutos depois, Rafael Oliveira fez grande jogada pela direita e manda uma bomba, de esquerda; o goleiro do Leão espalmou para fora.
Em sua melhor chance no jogo, o Vitória respondeu em três minutos: em cobrança de falta pelo lado direito, Pedro Ken colocou a bola caprichosamente na trave; na sobra, Oziel afastou. Em blitz aos 40 minutos, Bob recebeu passe de Ken na entrada da área e, de primeira, mandou por cima. Um minuto depois, Elton ainda fez boa jogada individual e buscou o ângulo com chute colocado; para fora.
Superioridade apenas numérica - No segundo tempo de jogo, o Vitória aceitou passivamente o maior ritmo que o Guarani imprimiu e não foi o mesmo do primeiro tempo. Logo no início, Deola salvou em duas oportunidades: aos três minutos, saltou para espalmar bola cabeceada por Medina e, aos quatro, espalmou para fora um chute forte de Fábio Bahia.
Aos 27 minutos, Fernando foi expulso por ter feito falta desleal em Marco Aurélio. Com um a mais em campo, Paulo César Carpegiani tirou Fernando Bob e colocou Dinei, que retornou de contusão. Mas o rubro-negro seguiu sem brilho no meio campo e chegou ao ataque por imposição natural da sua superioridade numérica: o Guarani recuou. Aos 33 minutos, em contra-ataque, Pedro Ken serviu Dinei pelo lado esquerdo da área, mas o atacante pegou mal na bola e mandou para fora.
Seis minutos depois, em boa jogada de triangulação, Elton recebeu passe na grande área, girou e bateu de esquerda; por cima. Aos 41, o mesmo atacante desperdiçou a melhor chance do Vitória na segunda etapa: aproveitou escorregão de Rodrigo Arroz, roubou a bola e entrou livre para definir a jogada, mas, em lugar de servir um dos companheiros que se apresentaram para marcar, mandou a bola em cima de Emerson.
O Bugre, que antes estava apenas acuado em seu campo, tentou mais uma vez ganhar o jogo, a partir dos 46 minutos: fez uma blitz na área rubro-negra, mas parou na defesa. Aos 47, Fábio Bahia entrou na área com perigo pela direita e bateu cruzado, mas a bola desviou em Michel e, em tendo saído pela linha de fundo, confirmou o 0 a 0 que, apesar de menos trágico do que uma punitiva derrota, tem sabor amargo para o líder isolado da Série B.

Guarani 0x0 Vitória - 25ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Local: Estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP).
Data: Sábado, 15 de setembro.
Horário: 16h.
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (CBF-RJ).
Assistentes: Paulo César Silva Faria (MT) e Pablo Almeida da Costa (MG).
Cartões amarelos: Medina, Jackson, Schwenck e Emerson (Guarani); Victor Ramos, Willie, Gabriel Paulista e Rodrigo Costa (Vitória).
Cartão vermelho: Fernando (Guarani).
Guarani: Emerson; Oziel, Fernando, Rodrigo Arroz e Alex Barros; Jackson, Fábio Bahia, Medina (Thiaguinho) e Danilo; Schenck (Júnior Negrão) e Rafael Oliveira (Montoya). Técnico: Vadão.
Vitória: Deola; Léo (Rodrigo Costa), Victor Ramos, Gabriel e Gilson; Fernando Bob (Dinei), Michel, Pedro Ken e Willie; Elton e William (Marco Aurélio). Técnico: Paulo César Carpegiani.
Fonte: A tarde

0 comentários:

PRA VC VIAJAR TRANQUILO

Postagens populares

SE PREPARE PARA ESPANTAR A CRISE

Quem somos

Minha foto
Este blog foi feito com muita dedicação para você torcedor apaixonado pelo Vitória. Aqui você vai poder curtir noticias,curiosidades,videos e ainda interagir sobre assuntos relevantes para o crescimento do nosso glorioso clube. façam parte da nossa turma, sejam bem vindos, pois nós todos somos "VITÒRIA MANIACOS"