Ao invés de lamentar a saída de Maxi, Ney Franco comemora permanência de Escudero

O acerto de Maxi Biancucchi com o Bahia provocou reações diversas em Salvador. Pelas redes sociais, os
torcedores do Vitória reclamaram da decisão do atacante em defender um clube rival. No mesmo espaço, os tricolores aproveitaram para fazer graça da situação. Insatisfação de um lado, piada do outro, comportamento típico de rivais.

Na Toca do Leão, Ney Franco observa tudo sem se indignar ou levar em consideração as piadas feitas pelos torcedores do Bahia. Para o técnico, a saída de Maxi Biancucchi do Vitória e o acerto com o Tricolor é apenas uma dessas coisas que acontecem no futebol. No meio de toda essa situação, o treinador só espera que o atacante argentino continue a respeitar o Rubro-Negro, assim como o clube continuará a ter consideração pelo que o atleta fez dentro de campo em 2013, quando ainda vestia as cores vermelho e preto.

- Não posso lamentar a saída de um atleta. O Maxi segue o caminho dele e o Vitória segue o próprio caminho. Só espero que daqui pra frente haja um respeito mútuo entre o Maxi e o Vitória – disse o treinador, que nesta sexta-feira concedeu a primeira entrevista da temporada.

Ao invés de lamentar a saída de Maxi, Ney Franco prefere comemorar a renovação de contrato do também argentino Damian Escudero. O jogador, que se reapresentou na Toca do Leão nesta sexta-feira, assinou vínculo de dois anos com o Vitória e seguirá atuando com a camisa rubro-negra em 2014.

- São dois jogadores que finalizaram o ano de 2013 bem, tiveram uma boa temporada pelo Vitória. O Escudero jogou mais vezes que o Maxi dentro do Campeonato Brasileiro. O clube trabalhou muito para renovar o contrato dele. É um jogador que eu, como treinador, passava para diretoria a importância da continuidade. Também passava a importância do Maxi. Só que a negociação saiu um pouco do controle. As partes se reuniram e houve uma definição de não renovar – destacou.

Maxi Biancucchi atuou poucas vezes sob o comando de Ney Franco no Vitória. Com o treinador, o atacante só entrou em campo em oito oportunidades e marcou três gols. A sequência do atleta no Brasileirão foi prejudicada por uma lesão muscular que o afastou dos gramados por dois meses. Já Escudero atuou em 15 partidas do Brasileirão sob a batuta de Ney Franco e marcou um gol.


Fontes: Globoesporte.com

0 comentários:

PRA VC VIAJAR TRANQUILO

Postagens populares

SE PREPARE PARA ESPANTAR A CRISE

Quem somos

Minha foto
Este blog foi feito com muita dedicação para você torcedor apaixonado pelo Vitória. Aqui você vai poder curtir noticias,curiosidades,videos e ainda interagir sobre assuntos relevantes para o crescimento do nosso glorioso clube. façam parte da nossa turma, sejam bem vindos, pois nós todos somos "VITÒRIA MANIACOS"