Novo Estatuto do Vitória está quase pronto e processo eleitoral será de forma direta

Os bastidores no Vitória continuam quentes quando o assunto é o novo estatuto do clube. A minuta final com as mudanças está pronta pela comissão que foi formada após a decisão da Justiça de anular a reforma feita no ano passado pelo presidente do Conselho Deliberativo, José Rocha.
As modificações ainda estão guardadas a sete chaves pelo menos até hoje, quando uma cúpula de conselheiros rubro-negros baterá o martelo sobre as mudanças. Depois, vai para a reunião do Conselho e, em seguida, segue para a Assembleia Geral com os sócios.
A maior novidade é que o processo eleitoral será de forma direta. O candidato deverá ter o mínimo de cinco anos associado ou presente no corpo de conselheiros. Para votar, os sócios precisarão ter no mínimo 18 meses de vínculo. A eleição de dezembro já será com a nova regra.
O associado votará em dois momentos: para a chapa do novo presidente e para o Conselho Deliberativo. A chapa perdedora no Conselho pode eleger alguns conselheiros, a depender do número de votos, semelhante ao sistema de proporção no processo eleitoral brasileiro. Estes detalhes ainda serão discutidos hoje.
Versão betaPrestes a ser aprovado, o novo estatuto do Vitória já tem prazo de validade. Ou melhor, será apresentado já sabendo que terá novas modificações no próximo ano. Com o apelo geral para as eleições diretas, o novo estatuto focou quase exclusivamente no processo eleitoral. Com isto, será alterado novamente em 2017.
Até a formação de uma nova comissão para a versão definitiva já foi planejada, mas vai depender do presidente eleito em dezembro. As mudanças serão baseadas nas modificações da lei Pelé, principalmente nas regras de transparência de gestão. Entre as regras de conduta, duas novidades: para concorrer, o futuro presidente precisará ter ficha limpa e não exercer cargo político. O que pode ser entendido como uma derrota do atual presidente do Conselho e deputado federal José Rocha.

Tensão em Brasília esfria a briga na TocaO que mais atrasou o processo de elaboração do novo estatuto foi a briga entre o presidente do Conselho, José Rocha, com conselheiros ligados ao grupo da situação formado por Alexi Portela Júnior, Carlos Falcão e Raimundo Viana. Porém, a poeira baixou.
Concentrado no processo de Impeachment da presidente Dilma e em toda a turbulência de Brasília, o deputado federal Zé Rocha se afastou da briga. Inclusive, ele não está confirmado na reunião de hoje.

0 comentários:

PRA VC VIAJAR TRANQUILO

Postagens populares

SE PREPARE PARA ESPANTAR A CRISE

Quem somos

Minha foto
Este blog foi feito com muita dedicação para você torcedor apaixonado pelo Vitória. Aqui você vai poder curtir noticias,curiosidades,videos e ainda interagir sobre assuntos relevantes para o crescimento do nosso glorioso clube. façam parte da nossa turma, sejam bem vindos, pois nós todos somos "VITÒRIA MANIACOS"