Com um jogador a menos, Vitória empata com o Cruzeiro no Mineirão

Jogando fora de casa, o Vitória conseguiu um importante ponto no Campeonato Brasileiro 2016. Depois de criar boas jogadas e chegar a estar com dois gols de desvantagem sobre o adversário, o Leão da Barra foi heróico e conseguiu um importante empate em 2 a 2 contra o Cruzeiro no Estádio do Mineirão. Com o resultado, o Rubro-Negro permanece na 13ª posição com 17 pontos, enquanto os celestes se encontram no 14º lugar com 15 pontos. 

Com apenas um minuto, o Vitória já levou perigo aos donos da casa. Depois de chute cruzado de Dagoberto, Diego Renan tem a oportunidade de abrir o marcador mas erra o chute. Na conclusão da jogada, o árbitro assinala impedimento do ataque rubro-negro. Logo depois, Marinho corre livre pela direita, mas erra no cruzamento.

O Cruzeiro tentava a reação e esbarrava em um empolgado Leão, que prezava pelas jogadas de velocidade para surpreender os mandantes. Aos seis, Amaral recebe uma bolada no rosto e cai no gramado, paralisando a partida por alguns minutos. Entretanto, após sair do gramado, o volante se recupera e retorna ao jogo.

Efetuando jogadas mais efetivas, o Vitória teve outra boa chance aos 13 minutos. Após cobrança de falta, a bola sobra para o zagueiro Kanu, que se ajeita e chuta por cima do gol de Fábio. Melhor em campo, o Leão segue na busca pelo primeiro gol e tem Marinho como seu principal jogador. Aos 18, o atacante passa fácil pelos marcadores e chuta colocado para uma difícil defesa do arqueiro celeste, que tira a pelota com a ponta dos dedos.

Entretanto, mesmo sem efetuar domínio na partida, o Cruzeiro acabou abrindo o marcador no Mineirão. Aos 23, De Arrascaeta passa para Lucas que rola para Alisson, sozinho, bater rasteiro e chutar no canto de Caíque. Um balde de água fria para os torcedores rubro-negros.

O gol da Raposa mudou o panorama da partida, fazendo com que os mineiros passassem a determinar os lances do jogo. Aos 29, Arrascaeta cobrou bela falta e Caíque fez boa interceptação para evitar o segundo gol.

Com o forte calor no horário das 11h, o árbitro da partida efetuou uma parada técnica para hidratação dos atletas e o trio de arbitragem. A paralisação deu novo ânimo ao Vitória, que aos 32 teve outra bela chance com Marinho em chute colocado na direção de Fábio, que fez outra bela defesa.

Os baianos voltaram a levar perigo para a equipe celeste, que não conseguia parar os atacantes rubro-negros. Aos 35, Marinho tocou para Kieza bater forte em mais uma defesa de Fábio. O Cruzeiro também se esforçava para levar perigo, mas não conseguia criar lances expressivos. Aos 47, Arrascaeta bateu falta e mandou por cima da barreira do adversário.

No início da segunda etapa, um fato infeliz acabou prejudicando o Vitória para o complemento do jogo. Depois de efetuar mais uma falta grave na partida, Ramon tomou o segundo cartão amarelo e foi expulso do Mineirão. Mesmo assim, o Leão criou uma boa oportunidade aos três minutos, quando Dagoberto chutou firme e Fábio defendeu em dois tempos.

E assim como aconteceu no primeiro tempo, um único lance de ataque cruzeirense mudou a situação do jogo. Aos oito, Alex salvou a bola na lateral do campo e tocou para Riascos, que passou para De Arrascaeta bater forte e fazer a festa da torcida presente no Mineirão.

Com a vantagem, o Cruzeiro cresceu na partida e quase chegou ao terceiro gol logo aos nove minutos, quando Riascos bateu cruzado e obrigou defesa de Caíque. Já aos 13, foi a vez de Alex ver o seu chute defendido pelo goleiro do Leão.

Aos 17, os rubro-negro tiveram a oportunidade de mudar o panorama do jogo. Em boa jogada pela direita da pequena área, Marinho tentou passar por dois marcadores e foi derrubado no setor de defesa azulino. Na cobrança, Diego Renan bateu e diminuiu para os visitantes.

O gol da equipe de Vagner Mancini fez com que o jogo se tornasse mais truncado, com os anfitriões preocupados com as investidas do time baiano e criando poucas oportunidades de gol. E dessa maneira, o time baiano chegou ao tão sonhado empate. Aos 37, Vander fica com a sobra de jogada de Marinho e chutou colocado para deixar tudo igual no Mineirão.

Ao final da partida, o Vitória teve uma grande oportunidade para a virada no Mineirão. Aos 43, Euller cruza e Kieza se atrapalha cara a cara com a meta celeste. Nos acréscimos, foi a vez de William acertar o travessão para a frutração dos torcedores cruzeirenses. Mesmo com a blitz do Cruzeiro, o resultado terminou em empate no Mineirão

Agora, Vitória e Cruzeiro voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, às 21h45, no Barradão, pela Copa do Brasil 2016.

FICHA TÉCNICA
Cruzeiro x Vitória
Campeonato Brasileiro – 13ª rodada
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 03/07/2016
Horário: 11h
Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez  (PE-Fifa)
Assistentes: Cleberson do Nascimento Leite (PE) e Bruno Cesar Chaves Vieira (PE)
Cartão Amarelo:Bryan, Kanu, Ramon (2), Lucas Romero, Victor Ramos
Cartão Vermelho:Ramon
Gol: Alisson, De Arrascaeta, Diego Renan, Vander

Cruzeiro: Fábio; Lucas (Willian), Fabrício Bruno, Bruno Viana e Bryan (Allano); Lucas Romero e Bruno Ramires; De Arrascaeta, Alisson e Elber (Alex); Riascos. Técnico: Paulo Bento.

Vitória: Caíque; Diego Renan, Kanu, Victor Ramos e Ramon; Amaral (Vander), Willian Farias e Euller; Marinho, Dagoberto (Tiago Real) e Kieza. Técnico: Vagner Mancini.

0 comentários:

PRA VC VIAJAR TRANQUILO

Postagens populares

SE PREPARE PARA ESPANTAR A CRISE

Quem somos

Minha foto
Este blog foi feito com muita dedicação para você torcedor apaixonado pelo Vitória. Aqui você vai poder curtir noticias,curiosidades,videos e ainda interagir sobre assuntos relevantes para o crescimento do nosso glorioso clube. façam parte da nossa turma, sejam bem vindos, pois nós todos somos "VITÒRIA MANIACOS"